Sampaio da Nóvoa recorda Jorge Sampaio, "um grande e imenso senhor da liberdade"

Sampaio da Nóvoa, que disputou as eleições presidenciais de 2016, recordou Sampaio como "um homem extraordinário".

O antigo candidato presidencial António Sampaio da Nóvoa recordou Jorge Sampaio como "um grande e imenso senhor da liberdade" e "um grande humanista".

"Estamos a homenagear um grande humanista, um homem com uma profunda visão do mundo, que olhava para o mundo do presente e para o mundo do futuro", afirmou Sampaio da Nóvoa, em declarações aos jornalistas, depois de ter passado pelo velório do antigo Presidente da República, que decorre neste domingo em Lisboa.

Sampaio da Nóvoa, que disputou as eleições presidenciais de 2016, recordou Sampaio como "um homem extraordinário".

"É com muita tristeza que aqui estamos hoje, apetece-nos silêncio, mas o dr. Jorge Sampaio não nos deixava ficar em silêncio, obrigava-nos à palavra e à ação. Um grande e imenso senhor da liberdade, um grande e imenso humanista do nosso tempo", sublinhou.

Pelo velório continuam a passar figuras da política portuguesa, como a ex-candidata a Belém Ana Gomes, o candidato à Câmara Municipal de Lisboa da CDU, João Ferreira, ou o antigo primeiro-ministro Francisco Pinto Balsemão.

"Guardo uma grande recordação da pessoa, fomos amigos desde o liceu e guardo uma excelente imagem e opinião do político: homem corajoso, coerente, capaz de gerar consensos e com uma preocupação humanitária permanente", afirmou o militante número um do PSD.

Jorge Sampaio, antigo secretário-geral do PS (1989/1992) e Presidente da República (1996/2006), morreu na sexta-feira, aos 81 anos, no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, Oeiras, onde estava internado desde 27 de agosto, na sequência de dificuldades respiratórias.

O Governo decretou três dias de luto nacional, entre este sábado e segunda-feira, e cerimónias fúnebres de Estado.

Para este sábado está previsto o velório, enquanto o funeral, com honras de Estado, se realiza no domingo, antecedido por uma homenagem no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de