Santana Lopes garante que não será candidato nas autárquicas

Eleito há um ano para a presidência do Aliança, partido que fundou depois de abandonar o PSD, Santana Lopes quer ocupar um lugar de destaque no centro-direita.

Em declarações à TSF, o ex-primeiro-ministro revela que não será candidato nas próximas eleições autárquicas, mas espera que o partido que lidera consiga eleger representantes em vários municípios. Santana Lopes garante que o Aliança não esmoreceu, embora admita que a mensagem custa a passar.

Pedro Santana Lopes considera que o partido Aliança, que fundou e a que preside há um ano, continua a fazer todo o sentido, mas, esta segunda-feira, na TSF, admitiu também que os resultados nas eleições europeias e nas legislativas foram uma desilusão.

No entanto, o ex-primeiro-ministro espera um melhor desempenho nas autárquicas e lembra o que lhe foi dito por um dirigente sueco. "'Vocês esmorecem por não terem entrado à primeira? Nós demorámos dez atos eleitorais a conseguir eleger alguém'. No Aliança esperamos eleger representação em diferentes autarquias já nas próximas eleições. São eleições para as quais tenho especial preparação, embora não seja candidato", assegura.

Santana Lopes garante que o Aliança continua na luta sem abdicar dos seus princípios. "Vivemos na época do 'sound bite', da declaração fácil. Escolhem-se candidatos a deputados só para fazer efeitos especiais, que passadas poucas semanas entram em guerra com os seus partidos. Nós falamos sempre de assuntos sérios."

O mandato de Marcelo Rebelo de Sousa, na Presidência da República, merece de Santana Lopes uma avaliação positiva. No entanto, o antigo chefe de Governo garante que há espaço para outras candidaturas e lembra que "o Aliança ainda não definiu a estratégia para as presidenciais".

Sobre o congresso do PSD, Santana diz que, ao colocar o partido ao centro, o líder social-democrata cumpriu o que sempre defendeu. O líder do Aliança enaltece a coerência de Rui Rio e diz que "é bom porque abre espaço no centro-direita para o Aliança".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de