TAP com receitas "acima do que estava previsto no plano de reestruturação"

Ministro Pedro Nuno Santos garante que a recuperação da companhia aérea está a correr bem, mas as negociações europeias são um processo "complexo e demorado".

O ministro das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos, revelou esta sexta-feira que a TAP está com receitas "acima do que estava previsto no plano de reestruturação da companhia aérea.

Em declarações aos jornalistas, o governante garantia que a recuperação da empresa está "em curso e a correr bem" antes de anunciar uma "notícia positiva".

A TAP, "neste momento, está com um nível de receitas acima do que estava previsto no plano de reestruturação", revelou Pedro Nuno Santos.

No percurso da companhia segue-se agora um processo de negociação com a União Europeia que é "complexo e demorado", mas que, assinala, não impede que a TAP "possa fazer o seu caminho, o seu negócio, crescer, conseguir receitas e cumprir o plano de reestruturação".

Antes destas declarações, o ministro já tinha revelado concordar com Marcelo Rebelo de Sousa quanto à necessidade de que seja tomada uma decisão com consenso nacional em relação ao novo aeroporto.

"Concordo em absoluto. Andamos há demasiadas décadas num pára-arranca que atrasa o país e para nós é evidente que uma matéria como o aeroporto internacional carece de largo consenso nacional", defendeu Pedro Nuno Santos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de