Viseenses aproveitam hora de almoço para votar

Há um ano havia apenas uma fila para votar. Desta vez são oito as filas.

A votação antecipada está a decorrer com normalidade em Viseu e nem a hora de almoço afastou os eleitores de exercer o seu direito de voto. Na Escola da Ribeira, onde foram instaladas oito mesas de voto, há algumas filas para votar, mas o processo está a decorrer com rapidez, ao contrário do que aconteceu nas eleições presidenciais.

Há um ano havia apenas uma fila para votar. Desta vez são oito as filas, uma por cada mesa de voto, o que facilita tudo na hora de votar. Cada fila tem um corredor próprio e marcas no chão. Quem chega à escola consulta as listagens que estão na entrada e depois segue caminho para a sua secção. Os cidadãos não esperam mais de 15 minutos.

"Vim na hora de almoço porque pensei que era mais fácil e que estaria menos gente", confessou à TSF Adélia Mendonça, de 48 anos.

Esta eleitora decidiu votar este domingo, antecipadamente, para "fugir à confusão que supostamente será maior no domingo", mas também "por precaução".

"Posso eventualmente ficar infetada até lá e assim não perco a oportunidade de votar", disse.

Fábio Silva, de 28 anos, também votou mais cedo por ter "medo de ajuntamentos".

"Correu bem, entrei, votei e saí rapidamente sem problema nenhum. Lá dentro estava tudo muito bem organizado. Demorei cinco minutos. Fiquei surpreendido porque nas presidenciais esperei mais e vim cá duas vezes", afirmou.

Também Ana Leite, natural de Lisboa, elogiou a rapidez e a organização que encontrou na Escola da Ribeira. A distância da terra natal foi um dos motivos que levou a gestora de 32 anos a votar neste domingo.

"Fica muito dispendioso ir a Lisboa e já que estava aqui e tinha esta possibilidade vim. Também para evitar as pessoas que têm Covid. A saúde está primeiro que tudo e acho que é uma medida muito má do Governo permitir que as pessoas infetadas possam votar e esta é uma forma de prevenir isso", acrescentou.

No concelho de Viseu inscreveram-se para o voto antecipado e em mobilidade 3.627 cidadãos, mais 1.181 que nas presidenciais de há um ano. A grande maioria dos eleitores é natural de Viseu. Até às 12h30 tinham votado mais de 1.200 pessoas, o que corresponde a 36% dos inscritos.

LEIA AQUI TUDO SOBRE AS LEGISLATIVAS 2022

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de