Repartições das Finanças com problemas informáticos desde manhã

Em causa estará o novo sistema de acesso à base de dados. A denúncia é feita pelo Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos. À TSF, fonte oficial do Ministério das Finanças garante que foram feitos vários contactos e até agora não foi detetado qualquer problema no sistema informático.

Paulo Ralha diz que a situação piorou da parte da tarde

00:0000:00

Paulo Ralha garante que os problemas estão relacionados com o novo sistema de acesso à base de dados que obriga os funcionários a justificarem a razão pela qual estão a consultar os dados fiscais dos contribuintes. As novas regras surgem na sequência do escândalo da lista VIP do Fisco e entraram hoje em vigor.

O sindicalista acusa o Secretário de Estados dos Assuntos Fiscais de "incompetência"

00:0000:00

Paulo Ralha diz que a situação "piorou da parte da tarde". O sindicalista explica que "as pessoas foram confrontadas com uma barra cinzenta que as impedia de entrar no sistema operativo" e, para além disso "grande parte das aplicações informáticas não tinha qualquer conteúdo, o que impedia as pessoas de fazer o que quer que fosse".

Dadas as dificuldades com que os trabalhadores do Fisco estão a confrontar-se, Paulo Ralha acusa o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais de "incompetência". "Estes problemas", sublinha, "ficam a dever-se à questão da lista VIP e à incompetência do Secretário de Estado, ao introduzir um sistema que vai custar 5 milhões, que era desnecessário e que se está a revelar contraproducente no combate à fraude e evasão, no atendimento dos contribuintes e na arrecadação de receitas para o estado".

O Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos decidiu cortar relações institucionais com o Ministério das Finanças. Paulo Ralha diz que todas as tentativas de diálogo dos últimos quatro anos se revelaram frustradas.

À TSF, fonte oficial do Ministério das Finanças garante que foram feitos vários contactos e até agora não foi detetado qualquer problema no sistema informático das repartições da Autoridade Tributária.

Um comunicado enviado pelo Governo explica ainda que o plano de ação para reforçar a proteção dos dados dos contribuintes segue as melhores práticas internacionais. Cada funcionário da Autoridade Tributária tem, a partir desta segunda-feira, de fundamentar o que o leva a consultar a informação de cada contribuinte. As Finanças argumentam, contudo, que o novo sistema informático é "muito simples".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de