Saúde

Mais de metade dos portugueses tem alguém próximo que já sofreu de depressão

Comentando um estudo sobre esta doença, a vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental diz que, em Portugal, a «depressão não é estigmatizada».

Um estudo apurou que 65 por cento dos portugueses tem alguém próximo que já sofreu de depressão e que 96 por cento acredita que a crise aumenta os casos de doença.

Comentando este estudo que será apresentado esta quinta-feira num encontro promovido pela Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, a psiquiatra Luísa Figueira diz que não há ignorância nem preconceito nesta matéria.

«A depressão não é estigmatizada e a sua opinião é bastante próxima do que os técnicos e a ciência conhecem sobre o que é a depressão. Não há desinformação nem falta de informação», adiantou a vice-presidente da Sociedade de Psiquiatria e Saúde Mental.

Em declarações à TSF, Luísa Figueira adiantou ainda que as «pessoas estão muito conscientes de que a crise económica, problemas financeiros e de natureza pessoal podem ser uma causa da depressão».

«Quando se pergunta às pessoas quais são as causas possíveis da depressão, a primeira resposta são problemas familiares, a segunda problemas financeiros e a terceira desemprego», frisou.