Saúde

Medicina privada em hospitais públicos só com regulamentação

O ministro da Saúde disse, no Algarve, que a medicina privada em hospitais púbicos não deve continuar enquanto não estiver regulamentada, mas sublinhou que essa prática é residual.

O ministro da Saúde reconhece que há medicina privada nos hospitais públicos, mas sublinha que tudo o que não está regulamentado deverá ter um ponto final.

«A medicina privada nos hospitais é residual. Durante estes anos, não foi regulamentada; iremos olhar para este aspeto atentamente, mas na certeza de que o que não está regulamentado não deve continuar», afirmou.

Em relação às recomendações da ERS sobre a falta de camas de cuidados continuados, o ministro admitiu que não há dinheiro para contratualizar esses serviços, considerando que a entidade está fora da realidade do país.

O governante falava à margem da inauguração de um novo espaço contíguo ao Serviço de Urgência do Hospital de Faro, em funcionamento desde janeiro, e que promete evitar a acumulação de macas nos corredores daquele serviço.

  COMENTÁRIOS