A falta de investimento no SNS, a tentativa de homicídio contra Kirchner e outros destaques TSF

Dados da Direção-Geral do Orçamento dão conta de que o SNS tinha quase 590 milhões de euros disponíveis quando, em 2021, esse montante era de apenas 232 milhões.

Apesar dos problemas que afetam o Serviço Nacional de Saúde (SNS), o investimento público neste setor está a cair 33%. Os dados são avançados pelo Expresso esta sexta-feira e o semanário avisa que a situação pode levar a uma perda de fundos comunitários, mas não está relacionada com a falta de verbas no orçamento do SNS.

Em resposta às críticas de BE e PCP, o PS garantiu à TSF que não há falta de investimento, mas sim um atraso que será certamente ultrapassado com a entrada em vigor do novo regulamento do SNS.

Numa altura em que a Europa quer acelerar a transição energética para as energias renováveis com o objetivo de ser menos dependente do gás russo, Moçambique prepara-se para começar a explorar o gás natural. Algo que, segundo António Costa, pode ser benéfico para a União Europeia.

Com António Costa em Moçambique, o jornal Público, citando fontes do Governo, avançou que o Executivo não vai aplicar um novo imposto sobre os lucros extraordinários das empresas. O primeiro-ministro já decidiu e não vai avançar com esta medida que foi aplicada em vários países e que chegou a ser proposta pelo presidente do PS, Carlos César.

O piloto do helicóptero que se despenhou na quinta-feira quando combatia um incêndio no concelho de Amares está "estável e internado nos cuidados intermédios" do Hospital de Braga.

Já a aeronave é irrecuperável e já foi substituída por um outro meio aéreo. Segundo fontes aeronáuticas, o Bell 412, operado pela Helibravo, "ficou destruído, com perda total". Um outro meio aéreo de combate a incêndios já foi reposto no Centro de Meios Aéreos de Arcos de Valdevez, no distrito de Viana do Castelo, onde estava sediado o aparelho acidentado.

Em Buenos Aires, capital argentina, um homem foi detido na quinta-feira após ter apontado o que parece ser uma arma de fogo à vice-Presidente Cristina Kirchner. Vídeos divulgados por vários canais de televisão mostram o momento em que uma pessoa apontou a alegada arma de fogo em frente ao rosto da ex-Presidente argentina Cristina Kirchner (2007-2015), quando esta saiu de uma viatura, perto de casa.

Na sequência desta tentativa de homicídio, a Argentina decretou feriado nacional. Repudiando o atentado, o Presidente Alberto Fernández anunciou, através de uma comunicação ao país, que decidiu decretar feriado nacional esta sexta-feira para que, "em paz e harmonia, o povo argentino se possa expressar em defesa da vida, da democracia e em solidariedade com a nossa vice-Presidente".

O futebol está de luto. Manuel Duarte, antigo avançado e um dos convocados da seleção portuguesa de futebol para o Mundial de 1966, em Inglaterra, morreu esta sexta-feira, aos 77 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de