Agricultores revoltados com falta de apoio aos prejuízos do temporal de maio

O Ministério da Agricultura anunciou a criação de um apoio financeiro para os agricultores da região Centro.

Os agricultores de Castelo Branco estão desiludidos com o ministério e consideram que só receberam esmolas para dar respostas aos prejuízos causados pelo temporal no mês de maio.

Depois de o Ministério da Agricultura, no inicio do mês passado, ter anunciado a criação de um apoio financeiro aos agricultores da região Centro, José Mesquita Milheiro, presidente da Associação Distrital dos Agricultores de Castelo Branco, revela à TSF que a ministra prometeu reverter a questão dos seguros, das redes para proteção do granizo e da recuperação de pomares, mas que isso ainda não se sucedeu.

"Até agora falam-nos de 20 euros por hectare de vinha e 40 por hectare de tomate que é uma insignificância", explica, acrescentando que um pequeno agricultor com meio hectare de vinha recebe dez euros.

Os agricultores estão revoltados com a situação e querem mais respostas. A TSF contactou o Ministério da Agricultura e ainda não recebeu resposta.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de