Quatro farmácias fecharam devido a casos de contágio. Como ir à farmácia de forma segura?

Quatro farmácias do país viram-se obrigadas a encerrar devido a casos de contágio por Covid-19. Associação Nacional de Farmácias pede a utentes que tomem precauções.

Duas farmácias do distrito do Porto, uma farmácia do distrito de Aveiro e outra do distrito de Lisboa viram-se obrigadas a encerrar devido a casos de contágio por Covid-19 em membros das suas equipas.

Em comunicado, a Associação Nacional de Farmácias (ANF) pede, por isso, ajuda aos utentes para evitar novos contágios e assim manter as dezenas de farmácias do país abertas.

Antes de sair de casa, todas as pessoas devem também planear as suas visitas às farmácias.

Os utentes devem elaborar a lista dos medicamentos que pretendem, organizar as receitas em papel e preparar as mensagens de telemóvel com as receitas eletrónicas.

Sempre que possível, antes de sair de casa os utentes podem contactar a farmácia pelo respetivo telefone ou e-mail.

Podem ainda ter o cuidado de lavar ou desinfetar previamente as mãos, o telemóvel e o cartão com que tencionam pagar os medicamentos.

Uma vez chegados à farmácia, todos devem respeitar a distância de segurança para os postos de atendimento e outros doentes, seguindo sempre as indicações dos farmacêuticos.

Antes de tirar senha de atendimento, os utentes são aconselhados a desinfetar as mãos. Depois, devem aguardar a vez "tranquilamente", sem se aproximarem do balcão nem da equipa da farmácia para além do recomendado.

A ANF apela ainda aos cidadãos com sintomas suspeitos de COVID-19 que contactem primeiro a linha SNS24.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de