Albufeira em risco de não desconfinar. Autarca está "preocupadíssimo"

Albufeira é um dos municípios do país com mais casos de contágio por 100 mil habitantes.

Albufeira é um dos 19 concelhos acima do limiar de risco de incidência da Covid-19 que podem não avançar no desconfinamento caso a situação se mantenha na próxima avaliação do Governo, dentro de duas semanas.

Em declarações à TSF, o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Rolo diz-se muito preocupado com a evolução da pandemia no município quando faltam poucos meses para as férias de verão.

"Há situações em que as pessoas, andando um bocado mais afoitas, mais distraídas" podem pensar que isto tudo isto já passou, "mas ainda não passou", lamenta.

Surgiram também casos nas escolas e Albufeira é um "concelho extremamente exposto", com visita de muitas pessoas por motivos de trabalho ou lazer, o que aumenta o risco de novos casos de contágio, nota José Carlos Rolo.

A possibilidade de o concelho acabar por ficar fora dos planos de desconfinamento é, por isso, um risco a não descartar. "Espero que até lá possamos e consigamos inverter toda esta situação", afirma o autarca.

Está a ser preparada uma campanha de sensibilização, avança o presidente da câmara de Albufeira, garantindo que está a fazer tudo para garantir a segurança da população e de turistas.

"Vamos ter que fazer uma campanha forte no sentido de mostrar que estamos atentos a este tipo de situações para que possamos receber em segurança todas as pessoas que nos queiram visitar a partir de maio."

Com mais de 120 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes, Albufeira é um dos quatro municípios do Algarve referidos pelo primeiro-ministro como alvo de atenção especial.

Já a presidente da Câmara de Portimão, Isilda Gomes, admite que está preocupada com o facto de o concelho ser um dos seis em Portugal com mais de 240 casos de Covid-19 por cem mil habitantes. No entanto, a autarca adianta que os casos estão identificados. A maior parte são ligados à construção civil.

"Este surto e os números que temos, maioritariamente, devem-se a surtos na construção civil. Temos cerca de 200 estaleiros de obra em Portimão e, como todos sabem, os subemprenteiros correm todas as obras ou andam a saltitar de umas para as outras. É uma preocupação controlada", explica à TSF Isilda Gomes.

A autarca de Portimão acredita que, com uma campanha de testes, vai ser possível identificar casos e evitar novos contágios.

"O vírus não está disseminado na comunidade, está localizado, de facto, neste grupo. Exatamente para nos precavermos e prevenirmos outras situações, agora vamos avançar para a testagem a outros grupos profissionais. Nomeadamente pescadores, pessoas que fazem o acompanhamento dos idosos em casa e os trabalhadores dos hotéis", garante a presidente da Câmara de Portimão.

Esta é a expectativa de Isilda Gomes, que lembra a importância do turismo para uma região em crise económica.

"Todos sabemos a situação económica do Algarve, a situação dos nossos empresários e, de facto, precisamos que os cidadãos venham passar férias para Portimão. Continuo a dizer que não é uma situação muito problemática, exatamente porque está localizada", acrescenta Isilda Gomes.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de