Anexação na Ucrânia e adesão à NATO, vírus em macacos pode passar para humanos e outros destaques TSF

Zelensky anunciou que a Ucrânia pediu a adesão rápida à Aliança Atlântica.

PorTSF
© Yuri Kochetkov/EPA

Aos olhos de Putin, a Rússia cresceu esta sexta-feira. O Presidente russo assinou os tratados de anexação das quatro regiões ucranianas ocupadas - Zaporijia, Lugansk, Donetsk e Kherson - e deixou avisos contra o que diz ser o Ocidente "inimigo".

Da União Europeia, da NATO e do G7 chegaram as respostas esperadas: a iniciativa é ilegal.

Pela Ucrânia, o Presidente Zelensky anunciou que o país pediu a "adesão rápida" à aliança. "Sabemos que é possível", escreveu no Telegram.

Um relatório elaborado pela Suécia e pela Dinamarca atribui às explosões de centenas de quilogramas de TNT as quatro fugas nos gasodutos Nord Stream.

Uma família de vírus já endémica em primatas africanos selvagens apresenta condições para se transmitir aos humanos. Um estudo da Universidade do Colorado aconselha as autoridades de saúde a manterem-se vigilantes.

O número de mortes associadas à Covid na semana de 20 a 26 de setembro foi de 41 e foram registados 19.703 casos da doença.

Seis cidadãos estrangeiros foram sinalizados em Serpa, no Alentejo, como vítimas tráfico de seres humanos. Foram trazidos da América do Sul com a promessa de serem inscritos como jogadores na Federação Portuguesa de Futebol, mas tal não passou de uma promessa.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG