Covid-19. Porto à beira de entrar em situação de alerta

Depois dos 20 municípios da semana passada, a lista de concelhos em alerta pode aumentar depois da reunião do Conselho de Ministros desta quinta-feira.

PorNuno Guedes
© Adelino Meireles/Global Imagens

O Porto arrisca-se a juntar-se em breve à lista de concelhos em situação de alerta por causa do agravamento da pandemia. Nos números que têm sido recolhidos pela Direção-Geral da Saúde (DGS), a TSF apurou que a maior cidade do Norte do país ultrapassou no início da semana a barreira dos 120 novos casos, nos últimos 14 dias, por 100 mil habitantes, confirmando a tendência de subida das semanas anteriores e que na passada quinta-feira já chegava a uma incidência de 94 casos. Ou seja, o Porto arrisca-se a entrar, em breve, em alerta, depois de na semana passada terem sido vinte os concelhos a chegarem a este patamar por registarem pela primeira vez uma taxa de incidência superior a esse limiar previamente definido pelo Governo: Alcochete, Águeda, Almada, Amadora, Barreiro, Grândola, Lagos, Loures, Mafra, Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Palmela, Sardoal, Seixal, Setúbal, Sines, Sobral de Monte Agraço e Vila Franca de Xira.

Recorde-se que na semana passada existiram, igualmente, dez concelhos (Albufeira, Arruda dos Vinhos, Braga, Cascais, Lisboa, Loulé, Odemira, Sertã e Sintra) que registaram, pela segunda avaliação consecutiva, uma taxa de incidência superior a 120 casos por cem mil habitantes nos últimos 14 dias (ou superior a 240 se forem concelhos de baixa densidade), sendo-lhes aplicadas regras mais restritas de contenção da pandemia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG