Padre antifascista Mário de Oliveira hospitalizado após acidente de viação

O padre é conhecido pela luta contra a ditadura tendo, inclusivamente, sido preso pela PIDE durante o Estado Novo.

PorTSF
© Octavio Passos/Global Imagens (arquivo)

O padre Mário de Oliveira sofreu um acidente de viação em Macieira da Lixa, esta quarta-feira à tarde, e está internado nos cuidados intensivos do Centro Hospital do Tâmega e Sousa, em Penafiel.

A notícia é avançada pela revista Visão que confirmou que o padre teve diversas fraturas e ferimentos junto de pessoas próximas e fontes hospitalares. Mário de Oliveira terá perdido o controlo do automóvel em que circulava e embateu numa casa.

O padre de 84 anos está em estado grave, com traumatismos múltiplos, mas sem perder a consciência. O prognóstico em relação ao seu estado de saúde é reservado.

É uma figura importante da luta anticolonial e da resistência antifascista durante os anos do Estado Novo. Mário Pais de Oliveira foi capelão das tropas portuguesas na Guiné-Bissau, durante a Guerra Colonial, e foi detido pela PIDE por duas vezes, por assumir o combate ao regime. Acabou condenado de subversão e foi proibido de de exercer o ofício pastoral pela hierarquia católica a 5 de agosto de 1962.

Foi também jornalista do diário Répública e é diretor do jornal digital Fraternizar. Lançou ainda o livro "Fátima Nunca Mais", em 1999.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG