Portugal entra em situação de calamidade. Saiba o que muda a partir desta quarta-feira

O agravamento da pandemia em Portugal obrigou o Governo a anunciar novas restrições.

PorTSF/Lusa
© Pedro Correia/Global Imagens

A partir desta quarta-feira, 1 de dezembro, o país entra em situação de calamidade. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, António Costa, no final da última reunião do Conselho de Ministros.

O uso de máscara volta a ser obrigatório em todos os espaços fechados. Também será obrigatória a apresentação do certificado digital de vacinação para aceder a restaurantes, estabelecimentos turísticos e alojamento local, ginásios e eventos com lugares marcados.

A apresentação de certificado digital, que pode ser de vacinação, testagem ou recuperação, tinha sido dispensada no âmbito das últimas medidas de desconfinamento, mas a obrigatoriedade regressa agora face ao agravamento da situação epidemiológica.

O Governo decidiu também reforçar a testagem e, nesse âmbito, o acesso a lares, grandes eventos culturais ou desportivos e nas discotecas passa a ser exigida a apresentação de teste de deteção do vírus SARS-CoV-2 com resultado negativo.

A medida aplica-se mesmo a pessoas vacinadas contra a Covid-19.

Passa também a ser exigido teste negativo para voos que cheguem a Portugal e as companhias e os passageiros ficam sujeitos a sanções.

O teletrabalho passa a ser recomendado "para todas as empresas" e o acesso a discotecas estará condicionado a apresentação de testes, inclusive para vacinados.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG