Constituído arguido turista que interrompeu circulação de comboios na 25 de Abril

Um homem francês que se encontrava na linha de comboio da Ponte 25 de Abril desencadeou na manhã de segunda-feira uma paralisação da circulação dos comboios. Depois de ouvido pela Justiça portuguesa, ficou com termo de identidade e residência.

O turista que na manhã de segunda-feira desencadeou a interrupção da circulação de comboios na Ponte 25 de Abril ficou com termo de identidade e residência.

Uma fonte da Polícia de Segurança Pública revelou à TSF que o suspeito é francês, que foi ouvido pela Justiça e constituído arguido, depois de ser detido pela PSP.

Em causa está o crime contra a segurança das comunicações, já que o indivíduo se encontrava a tirar fotografias na linha ferroviária. O Ministério Público abriu um inquérito.

O caso levou ao corte total da circulação de comboios na ponte, em plena hora de ponta, entre as 06h30 e as 08h30 de segunda-feira. Os atrasos, depois de retomada a circulação, prolongaram-se durante horas.

Os comboios tiveram de circular, durante um período, com marcha à vista, que é adotada quando é necessário que um comboio avance com máxima prudência. Nestes casos, o maquinista conduz o comboio de forma a conseguir parar caso apareça um obstáculo na via, não podendo por isso ultrapassar os 30 km/h.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de