Arquivada queixa feita por enfermeiros contra bastonária Ana Rita Cavaco

A decisão foi aprovada por unanimidade, com 11 votos a favor.

Foi arquivada a queixa apresentada por um grupo de 16 enfermeiros contra a bastonária da Ordem, Ana Rita Cavaco. O Conselho Jurisdicional da Ordem concluiu que os comentários da bastonária nas redes sociais, que motivaram a participação disciplinar, são "uma opinião pessoal e subjetiva" e não um discurso difamatório. O Conselho entende, por isso, que não está em causa qualquer infração, nem responsabilidade disciplinar.

A decisão foi aprovada por unanimidade, com 11 votos a favor. A queixa, apresentada por um grupo de enfermeiros, surgiu depois da polémica causada pelos comentários de Ana Rita Cavaco nas redes sociais sobre o processo de vacinação contra a Covid-19 no país.

Manuel Lopes, enfermeiro e professor na Escola Superior de Enfermagem São João de Deus, da Universidade de Évora foi primeiro subscritor da participação disciplinar ao Conselho Jurisdicional da Ordem dos Enfermeiros. É também um dos profissionais que considerou inaceitáveis as declarações de Ana Rita Cavaco.

Apesar de se sentir "desiludido", Manuel Lopes refere, em declarações à TSF, que "outra coisa não seria de esperar". "Sinto-me dececionado, porque efetivamente eu estava à espera que houvesse todo um processo e que fossemos ouvidos e tivéssemos a oportunidade de expressar e desenvolver um pouco os argumentos que usávamos. Nada disso aconteceu", afirma.

O Conselho de Jurisdição da Ordem dos Enfermeiros dá o assunto por encerrado, mas essa não é a posição de Manuel Lopes. "Esta decisão vai ter que ser analisada com todo o cuidado para depois conseguirmos de forma mais precisa, primeiro emitir um parecer e depois tomar decisões acerca do que faremos ou não faremos a seguir", explica.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de