A redação da TSF
Covid-19

As mais lidas de 2021. Covid, confinamentos, ambiente e astronomia em destaque

Leia ou releia dez dos artigos que ficaram entre os mais lidos deste ano no site da TSF.

No momento de fechar a cortina de 2021 já quase não se fala da variante Delta, mas esta estirpe do vírus SARS-CoV-2 obrigou o país a confinar no início do ano. Entre as medidas impostas pelo Governo para conter a vaga da pandemia estiveram a proibição de circular entre concelhos, o aumento da fiscalização nas ruas e até o controlo do ruído nos prédios.

Mas nem só de Covid-19 se fez 2021. Num ano marcado pelo agravamento das alterações climáticas, os fenómenos meteorológicos também dominaram a agenda mediática. Fora do planeta Terra, as atenções estiveram viradas para eclipses solares, chuvas de Perseidas e superluas. Fique a saber que notícias estão entre as mais lidas deste ano no site da TSF, segundo o Google Analytics.

1 - Governo corrige decreto. Proibição de circular entre concelhos arranca mesmo à meia-noite

No início do ano, em março, o Governo corrigiu o decreto que então regulamentava o estado de emergência em vigor para garantir que a proibição de circular entre concelhos arrancava mesmo à meia-noite, de uma quinta para sexta-feira. Ao contrário do que é habitual, este decreto não previa a hora do início desta nova proibição que durou 11 dias, até 5 de abril, a segunda-feira a seguir à Páscoa.

2 - Duração, escolas e ensino superior. O que já se sabe sobre o novo confinamento?

Em janeiro, António Costa revelava um novo confinamento com um "perfil semelhante ao que adotámos logo no início da pandemia", após uma reunião do Infarmed. A avaliação no ensino superior não seria interrompida e as novas medidas adotadas teriam um horizonte temporal de um mês.

3 - Novo apoio para 250 mil pessoas arranca esta segunda-feira. Veja aqui quanto pode receber

Com o país confinado, a Segurança Social abriu, no início de fevereiro, candidaturas para um novo apoio extraordinário ao rendimento dos trabalhadores. Para a maioria das pessoas valia 50 a 500 euros mensais durante um máximo de 6 a 12 meses. O objetivo era garantir que o rendimento dos beneficiários ficasse acima do limiar da pobreza, que estava em 501,16 euros mensais.

4 - Pescadores nunca viram tantos golfinhos, orcas, baleias e atuns de 200 quilos na nossa costa

Com a maior parte do país fechada em casa na primeira metade do ano, os avistamentos de golfinhos, orcas, grandes atuns e baleias tornaram-se cada vez mais comuns nas águas portuguesas. "Há noites em que encontramos muita sardinha e no dia seguinte o mar já tem pouca, algo que explicamos pela existência dos tais grandes predadores", contavam os pescadores, em julho, à TSF. O aumento, que tinha sido constante nos últimos três anos, notou-se mais em 2021.

5 - Dia de Portugal com eclipse solar. Fenómeno será visível em todo o país

A sombra da Lua esteve sobre a Terra em pleno feriado do Dia de Portugal. O eclipse solar foi apenas parcial, mas "facilmente notado ao olhar para o Sol com óculos de segurança". Foi visível em todo o território nacional.

6 - O vórtex polar "quebrou" e vai trazer frio extremo à Europa

Janeiro, por si só, já costuma ser um mês frio na Europa, mas este ano agravou-se com o vórtex polar, que também trouxe neve. Isto aconteceu devido a um aquecimento estratosférico repentino que provocou uma separação do vórtex polar, a corrente de ventos que durante o inverno mantém o ar frio extremo confinado ao Polo Norte.

7 - "O fim do mundo está próximo." Tempestade de areia envolve Pequim em espesso manto de poluição

Pequim acordou no dia 15 de março envolta numa espessa nuvem de poluição, que reduziu a visibilidade até 300 metros em algumas partes da capital chinesa, devido às maiores tempestades de areia dos últimos dez anos no Norte do país. A concentração de partículas PM2,5 - as mais finas e suscetíveis de se infiltrarem nos pulmões -, ascendeu a 500 microgramas por metro cúbico, bem acima do limite recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

8 - Brejoeira: um palácio encantado que custou "400 contos" e está à venda por 25 milhões de euros

Acolheu reis, nobreza e clero e até um encontro de ditadores, Franco e Salazar. Um empresário do Porto ofereceu-o à filha quando esta cumpriu 18 anos de idade. Hermínia d' Oliveira Pais fez dele a sua casa até morrer em 2015, com 97, e o berço do vinho Alvarinho na região de Monção e Melgaço, criando uma marca que ainda hoje produz "70 a 80 mil garrafas por ano". No mês passado soube-se que o Palácio da Brejoeira, situado na freguesia de Pinheiros, em Moção, está à venda por 25 milhões de euros.

9 - Procuram-se notas de escudo. Três em cada quatro desapareceram

Em 2002, quando foram substituídas pelo euro, existiam 15 milhões de notas de escudo. Quase 20 anos depois, foram entregues apenas quatro milhões no Banco de Portugal (BdP. Debaixo de colchões, perdidas em fundos de gavetas, destruídas ou guardadas como lembrança, três em cada quatro notas de escudo que estavam em circulação nos derradeiros dias de vida da divisa nacional nunca regressaram ao BdP.

10 - Nasceu a Amazon Portugal?

A 30 de janeiro chegava a notícia de que a Amazon Espanha traduziu o site todo para português, dando assim aos portugueses a oportunidade de aceder e navegar no seu idioma pelo site que antes estava apenas em castelhano. A novidade foi recebida com alegria, mas também alguma desilusão.

Já os programas mais vistos e ouvidos no site da TSF em 2021, de acordo com o Feedburner, foram o Tubo de Ensaio, de Bruno Nogueira e João Quadros, o Governo Sombra, com Ricardo Araújo Pereira, Pedro Mexia, João Miguel Tavares e Carlos Vaz Marques, o Mundo Digital, de Rui Tukayana, a Circulatura do Quadrado, com Pacheco Pereira, Ana Catarina Mendes, António Lobo Xavier e Carlos Andrade e o Bloco Central, de Judith Menezes e Sousa, Pedro Adão e Silva e Pedro Marques Lopes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de