Ataque na alemanha, alerta sobre Sevilha e outros destaques TSF

Depois do convite de Ferro Rodrigues para deslocações até Sevilha, o primeiro-ministro belga preferiu sublinhar que a cidade é uma "zona vermelha" da pandemia.

Um ataque com faca fez, esta sexta-feira, vários mortos e feridos na cidade alemã de Wurtzburgo. O autor do ataque, um imigrante da Somália, de 24 anos, foi detido pela polícia depois de ter sido perseguido por vários civis pelas ruas.

Depois do apelo de Ferro Rodrigues para uma deslocação massiva de portugueses até Sevilha, onde Portugal defronta a Bélgica este domingo, o primeiro-ministro belga deixou uma mensagem contrastante: "Sevilha ainda é uma zona vermelha hoje. Qualquer pessoa viajando para uma zona vermelha deve respeitar as regras. Eu prefiro ser cauteloso."

Mas o presidente da Assembleia da República mantém o otimismo e, depois de encerrados os trabalhos na Assembleia da República, repetiu o convite, desta vez para "os que puderem" deslocar-se até à cidade espanhola. Desses mesmos trabalhos saiu a autorização para que Marcelo Rebelo de Sousa possa ir ao jogo, mas o Presidente ainda não se decidiu.

Certo é que, quem queira sair da Área Metropolitana de Lisboa vai precisar de respeitar as exceções, apresentar um certificado de vacinação ou um teste negativo - que só pode ser PCR ou antigénio.

Chegou hoje ao fim da linha a série "Próxima Estação". A última viagem passou por Porto Campanhã > Coimbra A e B > Luso-Buçaco. Leia a crónica e relembre todas as que já ficaram para trás nestes vários quilómetros de ferrovia.

Os números da Covid-19 em Portugal, esta sexta-feira, revelam que há 58 concelhos com incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes. O Algarve é a região com o índice de transmissibilidade mais alto elevado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de