Autoagendamento só para 16 e 17 anos, Pimenta de bronze e outros destaques TSF

Para ler ao meio-dia, também a disponibilização da vacinação em "Casa Aberta" para maiores de 30 anos, a qualificação de Pichardo para a final de triplo salto, a despedida de Nelson Évora dos Jogos Olímpicos e a medalha de bronze para Simone Biles.

A manhã desta terça-feira fica marcada pela abertura do autoagendamento para maiores de 16 anos, apenas para os dias 14 e 15 de agosto. A task force da vacinação garante que tem capacidade para vacinar todos os jovens de 16 e 17 anos em apenas dois dias. Ao final da manhã, a TSF confirmou que o autoagendamento passa a ser exclusivo para esta faixa etária. Todas as outras vão ter de esperar.

Mais uma novidade no processo de vacinação. A modalidade "Casa Aberta" já está disponível para as pessoas com mais de 30 anos, que podem agora marcar a sua vacinação com este regime através de um sistema de senhas, de forma a evitar filas. Gouveia e Melo reforçou que este sistema já está a ser testado em alguns locais e será generalizado na próxima semana.

Nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, há mais uma medalha para Portugal. O canoísta Fernando Pimenta recebeu o bronze em K1 1000 metros de canoagem e partilhou a conquista com a filha, colocando uma chucha na boca.

Pedro Pablo Pichardo foi o único português a qualificar-se para a final do triplo salto, marcada para quinta-feira, com 17,71 metros. Nelson Évora e Tiago Pereira ficaram pela primeira fase. Évora admitiu sair triste, por se ter lesionado no primeiro salto do triplo, que venceu em Pequim 2008.

Uma semana depois de se ter retirado da competição por equipas dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, por questões de saúde mental, a ginasta norte-americana Simone Biles conquistou esta terça-feira a medalha de bronze na trave.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de