Automobilistas da EN13 forçados a fazer desvio isentos de portagem na A41

A Câmara da Maia refere que "o inesperado aluimento do piso da antiga nacional 13 implicou o seu encerramento no sentido sul/norte. Por absoluta falta de alternativa, os utilizadores da EN13 têm de fazer uma incursão na A41".

Os utilizadores da antiga Estrada Nacional 13 (EN13), cortada ao trânsito na Maia devido ao aluimento do piso, serão isentados de pagamento de portagem na Autoestrada 41 (A41), por ser a única alternativa, anunciou hoje a Câmara local.

Em comunicado, a Câmara da Maia refere que "o inesperado aluimento do piso da antiga nacional 13 implicou o seu encerramento no sentido sul/norte. Por absoluta falta de alternativa, os utilizadores da EN13 têm de fazer uma incursão na A41 para ultrapassar a zona fechada da referida estrada, sendo obrigados a passar por dois pórticos a nascente da EN13, um em cada sentido da A41".

"O presidente da Câmara da Maia conseguiu sensibilizar o Governo e o secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, comprometeu-se a articular com o Instituto da Mobilidade e dos Transportes (IMT) e com a concessionária as medidas necessárias para garantir que, o mais rapidamente possível, todos aqueles que são utilizadores habituais da EN13 e que agora se encontram sem alternativa, possam fazer o desvio utilizando a A41 sem terem que pagar os custos desse desvio", esclarece a autarquia.

No comunicado, a autarquia sublinha que o autarca se manteve "em contacto permanente ao longo do domingo com o secretário de Estado das Infraestruturas, tendo sido possível concluir que, em princípio, as medidas necessárias para atingir este objetivo seriam implementadas durante o dia, o mais cedo possível".

Sendo nesta primeira fase a A41 a "única alternativa viável" para o trânsito, o presidente da câmara, António Silva Tiago, considera "ser da mais elementar justiça que os automobilistas obrigados a desviar o seu percurso não sejam taxados, nem que tal venha a ser assumido pela Câmara".

"Trabalhei para que isso acontecesse e fico contente pela pronta resposta positiva por parte do secretário de Estado Jorge Delgado. Compreendendo essa necessidade, a Câmara da Maia aguarda a avaliação que o Governo está a fazer da implementação destas medidas", acrescenta Silva Tiago, citado no comunicado.

O trânsito no sentido sul/norte está a ser desviado pela A41 (Circular Regional Exterior do Porto - CREP), podendo os automobilistas fazer inversão de marcha no nó seguinte ou optar pela Via de Sá Carneiro para seguir em direção a norte.

A antiga EN13, atual Avenida Dom Mendo, na Maia, foi cortada ao trânsito no domingo, junto ao nó da A41, no sentido sul/norte, devido ao aluimento do piso provocado pela rotura de um aqueduto.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de