Avanços e recuos no desconfinamento, a morte de Maria João Abreu e outros destaques TSF

Portugal vai continuar em estado de calamidade até 30 de maio e, para já, o teletrabalho continua a ser obrigatório até ao fim deste mês.

Depois de mais uma reunião do Conselho de Ministros, a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva, anunciou que todo o território português irá continuar em situação de calamidade até 30 de maio. Há também a registar mais avanços e recuos no desconfinamento, com três concelhos a avançar, um a não seguir em frente e dois a recuar. Já o teletrabalho deverá continuar a ser obrigatório até ao final do mês.

Para o acesso às praias, há uma alteração relativamente ao ano passado. O sistema de "semáforos" foi alterado para este verão: a cor verde passa a ser de até 50% da lotação, a cor amarela é associada a uma lotação de 50% a 90% e a cor vermelha é atribuída a uma lotação superior a 90%.

No futebol, o Governo pediu "autocontrolo" a quem esteve nos festejos da conquista do campeonato por parte do Sporting sem cumprir regras. Para a Taça de Portugal, o Governo não definiu, nem vai definir regras específicas. Sobre a realização da final da Liga dos Campeões no Porto, Mariana Vieira da Silva disse que os adeptos estrangeiros que viajem até à cidade para assistir à final da competição europeia de futebol vão ficar menos de 24 horas em Portugal e serão todos testados à Covid-19.

A Cultura ficou mais triste. Morreu a atriz Maria João Abreu, aos 57 anos, vítima de um aneurisma cerebral. Iniciou a carreira profissional no teatro, uma paixão que nunca abandonou, mas foi a televisão que lhe granjeou a popularidade, graças a produções como "Médico de Família".

Um estudo coordenado pelo Centro Cardiovascular da Universidade de Lisboa e que envolveu investigadores da Nova Medical School, da Faculdade de Medicina do Porto e do Instituto Gulbenkian da Ciência, concluiu que a população portuguesa tem uma prevalência superior à média europeia de algumas alterações genéticas que levam a uma predisposição para o défice de vitamina D.

Em Torres Vedras, a Câmara Municipal levantou coimas a proprietários de espaços sem licença de habitabilidade, como armazéns e pecuárias desativadas, onde encontrou trabalhadores imigrantes a viver sem condições. Além de espaços sem condições de habitabilidade, a autarquia tem conhecimento de "casas alugadas a pessoas migrantes onde existe sobrelotação".

No mundo da astronomia, a recente queda de partes de um foguetão chinês e os frequentes lançamentos de satélites da SpaceX, do empresário Elon Musk, relançaram o debate sobre o chamado lixo espacial. O físico Carlos Rodrigues, em entrevista à TSF, disse que este problema é como "um carro estacionado no meio da via, sem luzes, numa noite sem luar e com nuvens baixas. Se não soubermos que ele lá está a probabilidade de darmos uma pancada é muito grande".

Em Miranda do Douro, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária em colaboração da Direção Regional de Cultura do Norte identificou e impediu a venda em leilão de duas estelas funerárias. O Estado exerceu o direito de preferência, negociou e comprou as duas peças que vão ficar expostas no Museu da Terra de Miranda.

Por fim, a pandemia de Covid-19. A Organização Mundial da Saúde avisou que "a situação ainda é muito volátil e é difícil prever a evolução". A última semana revelou uma pequena descida, mas mesmo assim mais 5 milhões e 500 mil pessoas ficaram infetadas com o coronavírus.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de