Bares e discotecas sem condições de prevenção devem encerrar

As associações de bares e discotecas alertam os proprietários de espaços noturnos para a possibilidade de terem de vir a encerrar os estabelecimentos. Para já, pedem medidas de prevenção.

A Associação de Bares da Zona Histórica do Porto pede aos proprietários dos espaços noturnos que apostem na prevenção, através da higienização dos estabelecimentos, do cumprimento da etiqueta respiratória e da colocação de desinfetantes nos espaços.

António Fonseca, presidente da associação, pede também responsabilidade aos proprietários para saberem quando devem encerrar.

"O alerta que faço aos empresários é que sejam responsáveis e se verificarem que o seu estabelecimento não oferece as condições para ter uma ação mais preventiva e mais cautelosa, nesse caso aconselho a fechar. Depois, cabe a ele decidir se fecha ou não fecha", afirma o presidente Associação de Bares da Zona Histórica do Porto.

Em declarações à TSF, António Fonseca considera que o caso do DJ Marco Almeida foi tratado com demasiada leveza.

"Isso não pode acontecer e um empresário não deve permitir uma situação destas. Esse indivíduo não devia ter feito o que fez, levou isto a brincar e isto é de uma grande responsabilidade", critica António Fonseca.

Marco Almeida, que atuou no Hard Club no Porto na sexta-feira, é um casos confirmados de Covid-19. O estabelecimento colocou em quarentena todos os colaboradores que estiveram em contacto direto com o DJ que atuou no espaço. O DJ partilhou, através da página de Instagram, um vídeo onde dava conta da sua situação.

No Algarve, Liberto Mealha garante que há discotecas que podem até nem abrir. "Abrir implica criar uma equipa de pessoal, que implica uma série de despesas. Não só vencimentos, segurança social, é seguranças, direitos de autor, água e luz. Há muita coisa. Quem está fechado está a ponderar não abrir."

Liberto Mealha, da Associação de Discotecas do Sul e Algarve, garante que "para o arranque já se nota uma diferença grande" e confirma que as receitas são inferiores às do ano passado.

No Porto, o Industria Club decidiu encerrar este fim de semana devido à evolução do surto. Numa publicação no Facebook, a administração informa que decidiu encerrar o clube para conter a propagação do novo coronavírus.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de