Bastonário dos médicos defende testes gratuitos também para vacinados

Miguel Guimarães elogia a decisão do primeiro-ministro estar em isolamento apesar de ter as duas doses da vacina. O bastonário considera a Alemanha tem razão para colocar Portugal na lista vermelha.

O bastonário da Ordem dos Médicos toma como acertada a decisão de António Costa manter-se em isolamento apesar de ter a vacinação completa e após ter tido contacto com um membro do gabinete infetado. Miguel Guimarães lembra os dados revelados pela Direção-Geral de Saúde há algum tempo: apontavam para mais de 1200 pessoas com o esquema vacinal completo que voltaram a estar infetadas.

Em relação às dúvidas que o Presidente da República levanta sobre o isolamento forçado do primeiro-ministro (apesar de ter a vacinação completa) o bastonário da Ordem dos Médicos considera que é preciso esclarecer melhor a opinião pública sobre a questão da imunidade adquirida com a vacinação.

Questiona porque é que o Presidente não levanta também outras dúvidas. "O senhor Presidente da República também podia dizer que Ângela Merkel, que tem o melhor laboratório da Europa no controlo de infeções, porque é que colocou Portugal no vermelho e não faz equivaler uma quarentena a um certificado digital Covid", afirma.

"Se perguntar aos especialistas alemães eles explicam porquê", adianta. Com esta afirmação, o bastonário dos médicos dá razão à Alemanha e lembra a altura em que a Grã Bretanha também proibiu as viagens para Portugal. "Na altura toda a gente veio dizer mal do Reino Unido", lembra. "Nós não estávamos a fazer a sequenciação do vírus, não estávamos a fazer o nosso papel" diz, numa crítica implícita ao Instituto Ricardo Jorge.

Por considerar que, apesar de vacinado, ninguém está livre de contrair novamente o vírus e porque a nova variante é mais agressiva, Miguel Guimarães defende que os testes antigénio pagos pelo Estado a partir desta quinta-feira, 1 de julho, se alarguem também à população vacinada. "Excluir estas pessoas não nos parece acertado", remata.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de