Bebé com malformações: obstetra suspenso pela Ordem dos Médicos

Decisão foi tomada pelo Conselho Disciplinar do Sul.

O Conselho Disciplinar do Sul da Ordem dos Médicos decidiu suspender preventivamente o obstetra envolvido no caso do bebé que nasceu em Setúbal com malformações graves.

A informação foi avançada à Lusa por fonte oficial da Ordem dos Médicos. A SIC Notícias adianta que a suspensão tem a duração de seis meses.

Segundo a mesma fonte, o Conselho Disciplinar deliberou "instaurar um procedimento de suspensão preventiva" do médico Artur Carvalho.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Outros Artigos Recomendados