Bloco de partos do Hospital de Portimão retomou o funcionamento normal

Este serviço do hospital de Portimão encerrou ao final do dia de sexta-feira.

O bloco de partos do Hospital de Portimão retomou esta segunda-feira o funcionamento normal, depois de ter estado encerrado durante o fim de semana, disse à Lusa a presidente do Centro Hospitalar do Algarve.

"O bloco de partos reabriu hoje às 08h00 e está a funcionar normalmente, sem constrangimentos" disse à agência Lusa a presidente do conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA).

Aquele serviço do hospital de Portimão encerrou ao final do dia de sexta-feira, tendo as grávidas a partir das 22 semanas de gestação ou que necessitassem de cuidados especiais sido encaminhadas para o Hospital de Faro.

Para o encaminhamento para a unidade hospitalar de Faro foi montado um dispositivo em conjunto com a Proteção Civil, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU).

De acordo com Ana Varges Gomes, devido ao encerramento do serviço durante o fim de semana em Portimão, foram transferidas para o Hospital de Faro "um total de quatro grávidas".

A responsável admitiu que o serviço "poderá voltar a fechar, devido à dificuldade em assegurar as escalas de Pediatria, o que poderá também condicionar o funcionamento da urgência de Ginecologia e Obstetrícia.

"A urgência está dependente dos médicos prestadores de serviços e sempre que eles faltarem ou não tiverem disponibilidade para trabalharem, vamos ter constrangimentos", apontou.

Contudo, adiantou, o CHUA tem "um plano feito para ser colocado em prática sempre que houver necessidade". Nas últimas semanas, serviços de urgência de diversas especialidades e blocos de partos de vários hospitais do país tiveram de encerrar por determinados períodos ou funcionaram com limitações, devido à dificuldade dos hospitais em completarem as escalas de serviço de médicos especialistas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de