Bruxelas prevê crescimento em Portugal, greve na CP com adesão quase total e outros destaques TSF

Também para ler nos destaques desta manhã está a destituição do comandante das Forças de Defesa Territorial das Forças Armadas, Yurii Halushkin, por decisão de Zelensky.

A manhã desta segunda-feira fica marcada pela participação do ministro dos Negócios Estrangeiros (MNE) da Ucrânia na reunião dos chefes da diplomacia da UE. O objetivo é debater a invasão militar russa, num encontro que acontece numa altura em que a UE tenta negociar um embargo energético gradual à Rússia, no âmbito do sexto pacote de sanções.

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, destituiu o comandante das Forças de Defesa Territorial das Forças Armadas, Yurii Halushkin, e nomeou para o seu lugar o major-general Ihor Tantsiura. Os decretos com as duas decisões, das quais não foram dadas mais informações, foram publicados no site do chefe de Estado ucraniano.

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia afirmou que as candidaturas da Suécia e da Finlândia à NATO, em reação à ofensiva russa contra a Ucrânia, constituem um "grave erro". De acordo com Serguei Riabkov, a resposta da Rússia "vai depender das consequências práticas da adesão" dos dois países escandinavos à Aliança Atlântica.

O Reino Unido indicou que o Presidente bielorrusso está a ponderar o seu apoio à invasão russa da Ucrânia, de forma a evitar a participação militar direta no conflito devido ao risco de sofrer sanções do ocidente. O Ministério da Defesa britânico disse que a Bielorrússia anunciou o envio de forças de operações especiais para a fronteira com a Ucrânia, bem como unidades de defesa aérea, artilharia e mísseis no oeste do país.

Por cá, o dia fica marcado pela greve na CP, que às 08h40 registava uma adesão a rondar os 95%. Os serviços mínimos estão apenas a ser realizados nos comboios de longo curso.

Os especialistas da Comissão Europeia perspetivam um crescimento de 5,8% da economia portuguesa, depois de um arranque forte no início do ano. Turismo e setor dos serviços deverão "recuperar fortemente", com o regresso dos estrangeiros a Portugal. Ainda assim, em 2023, o crescimento deverá desacelerar para cerca de metade, ficando pelos 2,7%.

No futebol, um dos suspeitos da morte de um adepto nos festejos do título do FC Porto entregou-se às autoridades. O homem em causa é Marco Gonçalves, o pai de Renato Gonçalves, outro dos suspeitos do crime, que já se encontrava detido.

Esta segunda-feira é também o dia em que começa a ser administrada a segunda dose de reforço da vacina contra a Covid-19 aos idosos residentes em lares. Segundo a DGS, também esta semana os idosos com 80 ou mais anos vão começar a tomar o segundo reforço da imunização contra o coronavírus SARS-CoV-2 nos centros de vacinação ou de saúde, depois de serem convocados por mensagem SMS ou chamada telefónica.

Na Coreia do Norte, foram registadas oito novas mortes por "febre", quatro dias depois de ter sido admitido o primeiro caso de Covid-19. O líder do regime coreano, Kim Jong Un, apelou à mobilização imediata dos militares para resolver os problemas de "reservas de medicamentos" na capital Pyongyang.

Por fim, a Lua ficou vermelha durante esta madrugada. Foi o primeiro eclipse lunar total do ano. O fenómeno começou por volta das 04h00 da manhã e terminou cerca de duas horas depois. Em Portugal, o céu nublado dificultou a observação da "Lua de Sangue".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de