Câmara de Almada dá apoio de um milhão de euros à restauração e comércio local

O apoio financeiro, atribuído no âmbito do programa do município DINAMIZAR, "destina-se a empresas e empresários em nome individual com contabilidade organizada que atuem naqueles setores, sejam Pequenas e Médias Empresas [PME] e tenham sede no concelho".

A Câmara Municipal de Almada vai atribuir um apoio financeiro de um milhão de euros a fundo perdido à restauração e comércio local, que abrange empresas e empresários individuais com uma faturação até 500.000 euros em 2019.

O apoio financeiro, atribuído no âmbito do programa do município DINAMIZAR, "destina-se a empresas e empresários em nome individual com contabilidade organizada que atuem naqueles setores, sejam Pequenas e Médias Empresas [PME] e tenham sede no concelho", refere em comunicado a autarquia.

"O programa procura responder às graves consequências provocadas pela pandemia de Covid-19 em dois setores vitais para a economia e o emprego no concelho", sublinha Inês de Medeiros, presidente da Câmara Municipal de Almada, citada na nota.

Inês de Medeiros salienta ainda ser "dever da câmara responder da melhor forma a esta situação de exceção, quer no apoio às atividades económicas, quer no apoio direto às pessoas que estão a passar dificuldades".

Podem candidatar-se empresas e empresários em nome individual que tenham evidenciado, no final de 2019, um volume de negócios até 500.000 euros pelo ano completo e que demonstrem perdas homólogas de faturação superiores ou iguais a 25% no período compreendido entre janeiro e dezembro de 2020.

A Câmara de Almada justifica o apoio financeiro com a necessidade de garantir a sobrevivência dos estabelecimentos de restauração e do comércio local, que, segundo a autarquia, "desempenham um papel muito significativo no desenvolvimento da economia e emprego no concelho".

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 2.792.586 mortos no mundo, resultantes de mais de 127 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.843 pessoas dos 820.716 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A COVID-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de