Camas de cuidados intensivos com ocupação de 70% no Norte

Na última semana, a região tem registado o maior número de novos casos.

A ocupação das camas dedicadas à covid-19 nos hospitais do Norte ascendia a meio desta semana a 61% na valência de enfermaria e a 70% no caso dos cuidados intensivos, segundo a Administração Regional de Saúde.

Numa resposta escrita enviada à Lusa, a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) adiantou que os hospitais da região dispõem de 464 camas de enfermaria dedicadas à covid-19, das quais 285 se encontravam ocupadas na quarta-feira (cerca de 61%).

Já nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), das 81 camas alocadas à doença, 57 estavam ocupadas no mesmo dia, o que corresponde a uma ocupação de cerca de 70%.

Segundo a ARS-N, nesta região a capacidade instalada para todas as patologias é de 5.489 camas de enfermaria e 308 camas de cuidados intensivos, num total de 16 equipamentos de saúde (nove centros hospitalares, quatro hospitais e três unidades de saúde local).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais 39,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.162 pessoas dos 98.055 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de