Cáritas admite que pedidos de ajuda aumentaram por causa da pandemia

A presidente da Cáritas espera que o peditório nacional deste ano seja um sucesso.

A Cáritas admite que estão a aumentar os pedidos de ajuda por causa da pandemia. A dois dias do peditório nacional, que este ano acontece em formato digital, a presidente da Cáritas, Rita Valadas, disse que os pedidos de ajuda são diferentes.

"Temos solicitações que não são aquelas que estamos habituados a receber na Cáritas, nomeadamente para pagamento de rendas de casas de pessoas que estão em risco de as perder, pagamentos da luz e até de outros menos óbvios como, por exemplo, a internet, que hoje é um recurso absolutamente básico para quem tem crianças", revelou à TSF Rita Valadas.

Apesar da crise provocada pela Covid-19, a presidente da Cáritas espera que este peditório seja um sucesso.

"A classe média está a ser severamente assoberbada por esta situação. A consciência de que as dificuldades estão perto de nós também faz de nós pessoas mais atentas àquilo que está a acontecer nas proximidades e dos problemas sociais que se podem resolver com essa proximidade", acrescentou a presidente da Cáritas.

O peditório nacional da Cáritas vai realizar-se entre os dias 28 de fevereiro e 7 de março. No ano passado, a instituição da igreja portuguesa ajudou cerca de dez mil pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de