Casas e ruas inundadas devido a chuva forte nos Açores

Registaram-se duas inundações em habitações, enquanto uma rua ficou obstruída no concelho da Praia da Vitória, a outra cidade da ilha.

A forte precipitação que esta segunda-feira se faz sentir nos Açores já provocou várias inundações em habitações nas ilhas de São Miguel e Terceira e em várias vias públicas, disse à Lusa fonte da Proteção Civil. À TSF, fonte da Proteção Civil açoriana revelou que foram sobretudo inundações devido a esgotos entupidos, quer na ilha Terceira quer em São Miguel, mas também algumas estradas ficaram inundadas.

De acordo com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores, até cerca das 16h30 (mais uma hora em Lisboa), na cidade de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, registaram-se duas inundações em habitações, enquanto uma rua ficou obstruída no concelho da Praia da Vitória, a outra cidade da ilha.

No caso da ilha de São Miguel, o responsável municipal de Ponta de Delgada pela Proteção Civil, Pedro Azevedo, declarou à Lusa que teve lugar uma obstrução da via pública, devido à intensidade da chuva, na freguesia dos Ginetes, ao passo que, em São Vicente Ferreira, o pavilhão multiúsos voltou a ser inundado.

Na freguesia dos Arrifes, as Arribanas encontram-se fechadas ao trânsito, enquanto na Piedade, na mesma freguesia, se registaram inundações em habitações.

Pedro Azevedo referiu que o nível de água da lagoa das Sete Cidades "subiu consideravelmente", o que deverá conduzir à necessidade de proceder a uma descarga, havendo por todo o concelho pastagens "muito encharcadas".

Ao início da manhã, o mau tempo na ilha de São Miguel provocou uma derrocada na estrada regional das Pedras do Galego, na freguesia das Furnas, concelho de Povoação, obrigando à interrupção temporária da circulação.

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou sob aviso amarelo, até às 18h00 de terça-feira, as ilhas do grupo oriental (São Miguel e Santa Maria) por causa das previsões de precipitação por vezes forte, podendo ser acompanhada de trovoada.

No caso das ilhas do grupo central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) o aviso amarelo, devido à chuva, por vezes forte, e trovoada, vai vigorar até às 21h00 desta segunda-feira.

O aviso amarelo meteorológico é o terceiro menos grave de uma escala de três.

Açores vão ter sistema de alerta de cheias até 2023

O secretário do Ambiente e Alterações Climáticas do Governo dos Açores, Alonso Miguel, avançou esta segunda-feira que a região vai ter, até 2023, um sistema de alerta de cheias em bacias de risco para minimizar a possibilidade de inundações.

"Trata-se um sistema de alerta de cheias em bacias de risco na região para a minimização de riscos naturais. Tem um valor de 1,9 milhões de euros e a implementação estará concluída até 2023, sendo que, para 2022, já há verba inscrita no valor 700 mil euros", declarou à Lusa.

Segundo disse, aquele sistema é "importante" uma vez que as inundações mais frequentes registadas no arquipélago ocorrem devido a "cheias rápidas" que resultam de "episódios de precipitação muito intensa" com "consequências por vezes devastadoras".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de