Censos 2021 revelam aumento de divórcios e diminuição de casamentos

Há 43,4% de solteiros entre a população residente em Portugal.

Dados provisórios dos Censos 2021 divulgados esta quinta-feira revelam um aumento de divórcios e uma diminuição de casamentos, havendo 43,4% de solteiros entre a população residente em Portugal.

"Nos últimos 10 anos, aumentou a importância relativa da população divorciada", conclui o Instituto Nacional de Estatística (INE), no item dedicado ao "estado civil" constante do documento agora divulgado.

A população com estado civil "casado" representa atualmente 41,1%, uma redução em 2,1 pontos percentuais face a 2011.

Já a categoria de estado civil "divorciado" foi assinalada por 8,0% dos residentes em Portugal, um aumento de dois pontos percentuais relativamente aos Censos anteriores.

O INE nota que a percentagem de divorciados é, "pela primeira vez, superior ao valor da população com estado civil viúvo", que, segundo os dados provisórios, é de 7,5%.

A análise do estado civil por sexo revela "algumas diferenças entre homens e mulheres", com os homens a terem um número maior entre os solteiros e as mulheres a estarem mais representadas entre os viúvos.

"A proporção de homens solteiros é de 46,8%, face a 40,2% de mulheres solteiras. A proporção de mulheres viúvas é de 11,7%, enquanto que a de homens viúvos é de apenas 3,0%", explicita o INE.

Esta é a segunda fase de divulgação de resultados provisórios dos Censos 2021, antecipando a data inicialmente prevista de 28 de fevereiro de 2022, depois da divulgação de resultados preliminares em 28 de julho.

Segundo um comunicado do INE, foi possível antecipar a divulgação a segunda fase de dados provisórios "devido à elevada adesão da população à resposta digital e à eficácia do sistema de tratamento e validação dos dados".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de