Centenas de polícias do movimento Zero concentrados em frente ao Parlamento

Está em causa a atribuição do subsídio de risco que o Governo prometeu até ao final do mês de junho e a atualização dos índices remuneratórios das tabelas salariais.

Centenas de polícias pertencentes ao movimento Zero estão concentrados esta segunda-feira em frente à Assembleia da República para exigir a atribuição do subsídio de risco e a atualização salarial.

O protesto que não tem hora para terminar e os manifestantes dizem ter o objetivo de marchar até ao Ministério da Administração Interna.

Com o lema "hora de agir - unidos somos a tempestade que os atormenta!" a concentração é organizada pelo movimento inorgânico Zero, que surgiu nas redes sociais, e que congrega elementos da PSP e da GNR. A TSF constatou também no local que um pequeno grupo de negacionistas da pandemia aproveitou o protesto para aparecer.

Polícia há nove anos, Correia Gomes disse aos jornalistas que os elementos das forças de segurança se sentem desrespeitados e que os problemas se arrastam há décadas.

Entre os principais problemas que os elementos das forças de segurança está a atribuição do subsídio de risco que o Governo prometeu até ao final do mês de junho e a atualização dos índices remuneratórios das tabelas salariais.

Nesta concentração estão ainda presentes alguns dirigentes dos sindicatos menos representativos da PSP.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de