Chagas, a doença que afeta perto de mil portugueses

América Latina é a região do planeta com mais casos confirmados da doença.

O Dia Mundial da Doença de Chagas, que afeta cerca de sete milhões de pessoas em todo o mundo, assinala-se esta terça-feira. Em Portugal estima-se que haja perto de um milhar de pacientes.

A América Latina é a região do planeta com mais casos confirmados da doença de chagas, que pode ser transmitida através do sangue, transplantação e de mãe para o filho, durante a gravidez. Jorge Seixas, médico e professor do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, explica que o parasita, uma vez no organismo, pode, durante vários anos, provocar danos na saúde do doente, nomeadamente a nível cardíaco e intestinal.

"O parasita multiplica-se no organismo, causa um sintoma febril, não muito específico, e depois essa situação aguda resolve-se entre quatro a seis semanas sem grandes problemas, na maior parte das vezes. No entanto, o parasita persiste, principalmente no coração e no sistema nervoso", explicou à TSF Jorge Seixas.

A doença de chagas é classificada pela Organização Mundial de Saúde como uma doença silenciosa e negligenciada, uma vez que é mais predominante em países pobres, que não canalizam recursos de saúde e de investigação para o combate e tratamento dos doentes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de