Ciberataque. Sistemas informáticos do Continente "estão a ser progressivamente repostos"

A Sonae afirma que está a trabalhar com "as autoridades nacionais e internacionais para identificar e punir os responsáveis" pelo ataque.

Os sistemas informáticos dos hipermercados e supermercados Continente "estão a ser progressivamente repostos", após o ciberataque de que foram alvo há mais de 24 horas, esclareceu, esta quinta-feira, a MC Sonae.

A empresa de retalho da Sonae "informa que os sistemas informáticos do Continente estão a ser progressivamente repostos após o ataque informático detetado ontem, 30 de março", mas "mantemos, como sempre, a operacionalidade das lojas", afirma a MC Sonae, em comunicado.

"Lamentamos os constrangimentos causados", acrescenta a empresa detida pela Sonae, salientando que as suas equipas "estão a trabalhar 24 sobre 24 horas, em estreita articulação com o Centro Nacional de Cibersegurança [CNCS], para retomar, com a máxima brevidade, a normalidade da atividade das lojas".

A MC aproveita para agradecer "a todos os colaboradores, clientes, parceiros e concorrentes que se solidarizaram com a empresa perante este ataque".

A MC Sonae "está a trabalhar com as autoridades nacionais e internacionais para se identificar e punir os responsáveis por este ato criminoso", assevera, adiantando que "a informação relativa ao evoluir desta situação será atualizada sempre que se justificar".

A MC Sonae é a mais recente empresa a ser alvo de um ciberataque em Portugal, depois do grupo Impresa, Vodafone Portugal e dos laboratórios Germano de Sousa, só para citar alguns dos casos conhecidos desde o início do ano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de