CONFAP revela dificuldades no acesso aos vouchers dos manuais escolares

Jorge Ascenção entende que não será por causa das famílias que vão registar-se atrasos no pedido dos manuais gratuitos.

A Confederação Nacional das Associações de Pais (CONFAP) não entende o motivo do alerta do Governo - que esta terça-feira apelo aos pais para que peçam livros gratuitos rapidamente - até porque tem conhecimento de alguns casos onde há dificuldades no acesso aos vouchers e aos livros escolares.

Em declarações à TSF, o presidente da CONFAP Jorge Ascenção garante que não tem conhecimento de atrasos por parte das famílias.

"Se há algum dado que indique que as famílias não estão a levantar os vouchers, não sei se será por causa das famílias, julgo que não será. Tenho informação de escolas que ainda não têm vouchers disponíveis", disse, tomando como exemplo uma escola na área metropolitana de Lisboa.

"Algumas livrarias também não tinham a possibilidade de fazerem encomendas", revelou.

Em resposta direta ao Governo, Jorge Ascenção atira que "as famílias tendo a informação e os instrumentos na mão, obviamente que pedem" os manuais, como o próprio diz observar.

"Agora, se as escolas por alguma razão dizem que não têm os vouchers disponíveis e as livrarias dizem que não podem fazer encomendas, as famílias ficam é angustiadas e stressadas porque querem que os seus filhos tenham manuais e tudo o que precisam para começarem o ano letivo tranquilamente", assegura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de