O arranque do Congresso do PSD, 133 concelhos acima de risco muito elevado e outros destaques TSF

Salvador Malheiro acredita que "começa a cheirar a poder" e refere que Miguel Pinto Luz e Luís Montenegro estão a jogar "numa segunda divisão".

O 39.º Congresso do PSD começa esta sexta-feira e decorre durante o fim de semana. O Conselho Nacional do Partido tem uma guerra aberta. Os trabalhos iniciam às 21h00.

No programa Bloco Central, da TSF, o vice-presidente social-democrata, Salvador Malheiro, disse que "estes momentos são momentos de união, e, quando começa a cheirar a poder, atrai".

O vice-presidente do PSD considerou ainda que Miguel Pinto Luz e Luís Montenegro estão a jogar "numa segunda divisão". Salvador Malheiro afirma que o congresso é "uma rampa de lançamento" para a campanha nacional do partido, porque acontece 40 dias antes das eleições legislativas.

O vice de Rui Rio garantiu ainda que o líder do PSD gere a sua própria conta de Twitter. Em causa está o tweet polémico do social-democrata quando João Rendeiro foi detido.

Da política para a pandemia, há 133 concelhos portugueses acima do risco muito elevado de infeção por Covid-19. Desses 133 municípios, 21 estão no nível de risco máximo.

Um dos temas do dia foi o sequestro e agressão de imigrantes em Odemira por militares da GNR. O ministério Público considera que os agressores agiram com "ódio" pelas nacionalidades das vítimas.

O Presidente da República pediu celeridade à justiça no julgamento do caso. Na nota publicada no site da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa avisou que "os crimes ou infrações cometidos por elementos de uma força não podem ser confundidos com a missão, a dedicação e a competência da generalidade dos seus membros".

Já António Costa acha que os comportamentos dos militares são "absolutamente inaceitáveis". António Costa diz que "não é possível aceitar esse tipo de comportamento".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de