Construção do novo aeroporto no campo de tiro de Alcochete "servirá o país para o futuro"

O presidente da Câmara de Benavente, Carlos Coutinho, considera que esta localização permitirá "um aeroporto digno em termos internacionais".

O presidente da Câmara de Benavente saúda a decisão do Governo de voltar a incluir como possibilidade a construção de um novo aeroporto internacional no Campo de Tiro de Alcochete, que abrange territórios dos concelhos de Montijo e Benavente.

Em declarações à TSF, Carlos Coutinho vê com bons olhos que "nesta fase possa haver esta reflexão e que a solução do Campo de Tiro possa estar a ser equacionada".

Sobre a possibilidade desta nova localização, o autarca afirma: "Não temos dúvidas que servirá o país para o futuro em condições de termos um aeroporto que seja digno em termos internacionais, o que não acontece hoje."

"Espero que deste processo possam resultar as melhores decisões e que efetivamente as consciências possam determinar que vamos ter uma intervenção que seja positiva e que seja naturalmente estruturante para o futuro do país", refere.

Carlos Coutinho acredita que os autarcas da Margem Sul vão voltar a unir-se em torno da possibilidade de um novo aeroporto internacional. "Eu não tenho dúvidas de que em todos os momentos os autarcas da Margem Sul do Tejo foram favoráveis à solução do Campo de Tiro", admite.

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) chumbou o pedido de apreciação prévia de viabilidade para construir o futuro Aeroporto do Montijo. O pedido foi recusado de forma liminar por falta de elementos fundamentais, nomeadamente pareceres favoráveis de todas as câmaras municipais dos concelhos potencialmente afetados pelo aeroporto.

O processo chega ao regulador da aviação com dois pareceres favoráveis das câmaras do Barreiro e Montijo, dois desfavoráveis, do Seixal e Moita, e sem apresentação de parecer pela câmara de Alcochete.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de