Coordenador regional de saúde de Lisboa "preocupadíssimo" com aumento dos casos

António Carlos recusa falar para já de uma segunda vaga da Covid-19 no país.

O coordenador regional de Saúde Pública de Lisboa e Vale do Tejo, António Carlos, está "preocupadíssimo" com o aumento dos números da pandemia de Covid-19.

Embora considere que o arranque das aulas tenha sido positivo e esteja a "correr bem", António Carlos lembra que "temos os lares, os eventos que acontecem em vários sítios, as festas, os problemas sociais a caminho e tudo isso é contabilizado" para a tomada de decisões no futuro.

António Carlos diz acreditar que o país está preparado mas, questionado sobre se o país está a enfrentar uma segunda vaga da pandemia, afasta o cenário, admitindo no entanto que "estejamos a caminhar" para a mesma.

Sobre o santuário de Fátima e a afluência ao mesmo, António Carlos revela que vai reunir-se ainda esta sexta-feira com a delegada de saúde do Médio Tejo. Até lá, e embora "acompanhe a visão da colega", prefere não alongar-se nas palavras, esperando por notícias dos responsáveis do santuário.

"O santuário vai ter de apresentar o plano de contingência para o evento e depois vamos ter de o analisar" com a Direção-Geral da Saúde, explica o coordenador.

O número de peregrinos não é um problema, embora António Carlos admita que reduzir o seu número pode ser uma das vias para assegurar a segurança do santuário. "Sem o plano não podemos pronunciar-nos", conclui.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de