Cortes na TAP avançam, os efeitos da reestruturação do SEF e outros destaques TSF

Companhia aérea anunciou que vai reduzir em 10% o corte que os pilotos sofreram nos vencimentos. Ministério de Pedro Nuno Santos garante à TSF que não houve quebra de confiança.

A presidente da Comissão Executiva da TAP, Christine Ourmières-Widener, disse esta terça-feira que a redução dos cortes salariais dos pilotos e dos restantes trabalhadores será aplicada ainda este mês. Christine Ourmières-Widener falava na sede da TAP, em Lisboa, onde chamou os jornalistas para uma sessão de esclarecimentos, numa altura em que decorrem negociações com as estruturas sindicais. Questionado pela TSF, o Ministério das Infraestruturas garante que mantém confiança total na administração.

No que toca à transferência de competências policiais do SEF para a Polícia Judiciária, o diretor nacional da PJ vê no processo "uma vantagem para a justiça, para a investigação criminal e para o país".

O diretor nacional da PSP, por sua vez, indicou que até ao momento 19 polícias aceitaram prestar comissão especial de serviço no SEF no âmbito do reforço de pessoal para os aeroportos portugueses durante o verão, estando previstos 168 agentes.

Já a Guarda Nacional Republicana diz "presente" e não identifica falta de meios para poder assumir as novas competências na sequência da extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras. É o próprio comandante-geral da GNR, Rui Clero, quem o assume em audição na Assembleia da República, onde até expressou que até há um agregar de funções com as novas responsabilidades que a guarda vai ter.

Por fim, o diretor nacional do SEF disse que é preciso "aguardar por todas as peças legislativas" para se definir "a forma como tudo se vai encaixar" no âmbito do processo de reestruturação daquele serviço de segurança. Fernando Silva disse que haverá inspetores que são transferidos "não só para as forças de segurança", como também para a Agência Portuguesa para as Migrações e Asilo (APMA), que ainda não tem um diploma conhecido.

Ouvido esta tarde no Parlamento sobre o convite que o levou à vice-reitoria do ISCTE, João Leão nega qualquer envolvimento no financiamento da instituição com 5,2 milhões de euros para um Centro de Valorização, do Conhecimento e Transferência Tecnológica. O antigo ministro é agora vice-reitor da universidade e está a liderar o projeto. Já a reitora, Maria de Lurdes Rodrigues, culpa os Governos que se têm sucedido, desde 2009, pelos problemas financeiros da instituição que agora lidera e nega qualquer conflito de interesses ao convidar João Leão para "integrar a equipa que estava em processo de formação" e apoiar o "desenvolvimento estratégico".

O primeiro-ministro António Costa conversou com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, para confirmar que Portugal apoia a atribuição à Ucrânia do estatuto país candidato à União Europeia. Marcelo Rebelo de Sousa congratulou-se com a posição portuguesa.

O hospital de Braga não vai ter urgências de Obstetrícia e Ginecologia durante 24 horas: das 8h00 desta quarta-feira às 8h00 de quinta-feira, o serviço vai estar indisponível.

Há mais um futebolista português em Inglaterra. Fábio Vieira foi confirmado como o novo camisola 21 do Arsenal.

O Governo português confirmou que o luto nacional pela morte de Paulo Rego vai assinalar-se a 30 de junho, dia das cerimónias fúnebres da pintora, que vão decorrer em Londres.

O objetivo era fazer o exame de Geografia. Duas jovens de 18 anos apresentaram-se na Escola Secundária Pedro Nunes, em Lisboa, esta segunda-feira, e tentaram realizar a prova em nome de outras duas pessoas. O esquema acabou por ser detetado quando lhes foi pedido o Cartão de Cidadão, que não tinham.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de