Depressão Bárbara já fez 654 ocorrências. MAI aconselha a ter cautela até às 18h00

Devido à depressão Bárbara, o MAI aconselha os cidadãos a terem cautela, sobretudo até às 18h00 desta terça-feira, não adotando comportamentos de risco.

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, situa o período de maior risco, desencadeado pela tempestade, entre as 12h00 e as 18h00 desta terça-feira.

A depressão Bárbara já causou 654 ocorrências e mobilizou 2200 operacionais de várias forças de segurança, entre os quais bombeiros, elementos da GNR, Forças Armadas e Proteção Civil municipal. No entanto, o ministro garante que a tempestade não esteve na origem de "ocorrências particularmente graves" até ao momento.

O MAI aconselha os cidadãos a terem cautela, sobretudo até às 18h00 desta terça-feira, não adotando comportamentos de risco.

Eduardo Cabrita avançou também que mais três distritos foram colocados hoje em alerta especial laranja (o segundo mais grave da escala), totalizando 11.

Os distritos que se juntam a Lisboa, Santarém, Setúbal, Portalegre, Castelo Branco, Aveiro, Coimbra e Porto são Faro, Beja e Évora.

O estado de alerta laranja, ativado quando o grau de risco é elevado e é expectável uma situação de perigo com condições para a ocorrência de fenómenos invulgares que podem causar danos a pessoas e bens, colocando em causa a sua segurança, vai estar em vigor até às 23h59 de quarta-feira.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de