Detida mulher suspeita de ter ateado um incêndio urbano em Coimbra

O incêndio aconteceu no domingo à noite e provocou a morte de um homem de 72 anos.

Uma mulher de 47 anos foi detida pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeita de ter cometido um crime de incêndio numa pensão residencial, na cidade de Coimbra.

Em comunicado, a PJ indica que "a suspeita, supostamente com recurso a um isqueiro, ateou o incêndio nas roupas do quarto de um hóspede, propagando-se depois ao 2º andar, sótão, águas furtadas e telhado, inutilizando completamente todo o edifício".

Os restantes edifícios existentes na zona da Baixa de Coimbra também ficaram em perigo. A PJ refere que o incêndio "só não atingiu proporções e consequências mais gravosas, face à rápida e decisiva intervenção dos bombeiros".

O incêndio aconteceu no domingo à noite, obrigando a retirar nove pessoas para um hotel. Um homem de 72 anos, que se encontrava num dos quartos, acabou por morrer.

A detida tem antecedentes neste tipo de crimes e encontra-se agora a cumprir apresentações diárias em posto policial. A PJ adianta também que a mulher vai ser presente às autoridades judiciárias para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação adequadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de