Detido suspeito de ter originado fogo em Trancoso

O incêndio consumiu 2,39 hectares de floresta.

O Comando Territorial da GNR da Guarda deteve um homem de 39 anos por suspeita do crime de incêndio florestal, no concelho de Trancoso.

Segundo a GNR, o homem foi detido, na quinta-feira, através do Posto Territorial de Pinhel, no distrito da Guarda.

"Na sequência de um alerta de incêndio, os militares da Guarda apuraram que o foco de incêndio teve origem devido a uma limpeza [de terreno] com uma motorroçadora com fio 'nylon', tendo consumido cerca de 2,39 hectares de área florestal", adiantou aquela força de segurança em comunicado.

De acordo com a nota, "na sequência da ação foi detido o homem que se encontrava a exercer a limpeza num dia e local em que o Risco de Incêndio foi classificado como 'Muito Elevado'".

A GNR contou com o apoio dos Bombeiros Voluntários de Trancoso, Mêda e Vila Franca das Naves (Trancoso).

O detido foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Trancoso, no distrito da Guarda.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de