DGS diz que não há motivos para pais impedirem filhos de irem à escola

Voltar às aulas "com toda a confiança", desde que todos mantenham esforços para usar barreiras físicas e desde que se cumpra o distanciamento social: é a mensagem que Graça Freitas faz questão de deixar.

Nesta nova fase da gestão da pandemia, referente ao estado de calamidade, a Direção-geral da Saúde quer alertar, mas também tranquilizar, os portugueses no que diz respeito à convivência social. Relativamente às aulas, Graça Freitas deixa um recado: "Este regresso às aulas está a ser ponderado para garantir a segurança da comunidade escolar."

Estão a ser ponderadas regras para minimizar os perigos, apesar de a diretora-geral da saúde lembrar que não há "risco zero em nada".

Graça Freitas defende que tudo se baseia em "comportamentos seguros", dentro e fora da escola. A transmissão direta está relacionada com o contacto e o comportamento de alunos, professores e auxiliares. A transmissão indireta será minimizada devido à limpeza esmerada das superfícies.

Voltar às aulas "com toda a confiança", desde que todos mantenham esforços para usar barreiras físicas "entre nós e o outro" e desde que se cumpra o distanciamento social: é a mensagem que Graça Freitas fez questão de deixar esta quarta-feira, na conferência de atualização epidemiológica habitual.

Com a retoma de creches, escolas e de vários setores da economia, os menores poderão vir a precisar de ir para casa dos avós, e a responsável da autoridade sanitária faz saber que o convívio entre avós e netos não é uma proibição.

Graça Freitas explica que há avós jovens sem fatores de risco adicionais, pelo que a convivência com netos não constitui um perigo extra. Já "se os avós forem vulneráveis, devem ser protegidos", o que não significa o impedimento de netos e avós estarem no mesmo espaço, apenas implica que todos os cuidados sejam tomados.

Em parceria com o Ministério da Saúde, a DGS está a estudar um plano para a retoma de visitas aos lares de idosos, bem como a criação de regras para a reabertura de centros de dia, foi ainda garantido por Graça Freitas esta quarta-feira.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de