DGS sem dúvidas: Portugal "claramente no fim de uma fase pandémica"

Atualmente não há nenhum concelho com incidência superior a 960 casos por 100 mil habitantes.

Pedro Pinto Leite, da Direção-Geral da Saúde, traça a situação da pandemia em Portugal durante a reunião de especialistas e políticos no Infarmed. Reconhece que houve "quatro grandes ondas" ao longo do último ano e meio, sendo que o principal aconteceu em janeiro de 2021, mas afirma que o paós está agora no fim de uma fase pandémica.

"O país está agora claramente no fim de uma fase pandémica", garante. O Alentejo é a região que apresenta maior incidência.

Atualmente não há nenhum concelho com incidência superior a 960 casos por 100 mil habitantes e apenas 12 registam um valor superior a 480 casos/100 mil. É de salientar "a grande descida" nas faixas etárias dos 10 aos 19 anos e dos 20 aos 29 anos.

A positividade acompanha a redução da incidência e foi, na última semana, de 2,5%. A taxa de testagem é mais elevada no Sul do país.

A testagem nos adultos com mais de 40 anos de idade tem aumentado e pode ser explicada com rastreios no ensino e em locais de trabalho.

Especialistas e políticos voltaram esta quinta-feira ao Infarmed, em Lisboa, para analisar a evolução da pandemia, numa altura em que Portugal está próximo de atingir a meta de 85% da população vacinada contra a Covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de