Distribuidores sem máscaras e desinfetantes para abastecer farmácias

Estabelecimentos vão continuar com as prateleiras vazias. Associação de Distribuidores Farmacêuticos não tem stocks para abastecer farmácias.

Ainda não foram confirmados em Portugal casos positivos do novo coronavírus, mas encontrar máscaras e gel desinfetante nas farmácias é já uma verdadeira dor de cabeça.

Depois da corrida das últimas semanas, provocada pelo aumento do número de mortes e infeções em todo o mundo, há vários estabelecimentos com as prateleiras vazias e a Associação de Distribuidores Farmacêuticos (ADIFA) não avança datas para a reposição dos produtos.

Nuno Cardoso, secretário-geral da ADIFA admite falhas no abastecimento de produtos como máscaras e gel de higienização das mãos devido ao aumento da procura: "Não tendo stocks desses produtos não conseguimos satisfazer as encomendas das farmácias", refere.

O dirigente da associação garante que estão a ser feitos todos os esforços para abastecer as farmácias, mas recusa alarmismos.

"Estamos a fazer por nos abastecer junto dos nossos fornecedores habituais, mas neste momento não temos ainda previsão de reposição", admite Nuno Cardoso.

O secretário-geral da ADIFA considera que, nesta altura, o mais importante é relembrar as orientações da Organização Mundial da Saúde e da Direção-Geral da Saúde sobre a higienização das mãos e as medidas de etiqueta respiratória.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de