É o maior do mundo e sai de Beja para repatriar europeus na China. Conheça o A380

O gigante A380 tem capacidade para acomodar 800 passageiros em classe económica.

Partiu esta manhã de Beja o primeiro avião fretado pela União Europeia com o objetivo de repatriar os cerca de 350 europeus que querem sair de Wuhan, a cidade chinesa onde foi detetado o primeiro caso de coronavírus.

O Airbus A380 da companhia aérea portuguesa Hi Fly é o maior avião de passageiros do mundo e só pode aterrar no Alentejo porque as suas dimensões não lhe permitem manobras noutros aeroportos nacionais. Pode transportar 471 passageiros distribuídos por três classes ou 800 em classe económica.

O avião foi comprado em julho de 2018 à Singapore Airlines, que o usou nos dez anos anteriores, e foi pintado com os desenhos de uma campanha pela defesa dos recifes de coral.

A descolagem decorreu como previsto, às 10h00, e antes de aterrar em território chinês, o Airbus A380 vai fazer escala em Paris, França, onde entrarão cerca de 30 médicos, autoridades e técnicos de saúde, e depois em Hanoi, no Vietname. Além deste, há dois aviões prontos para fazer o repatriamento dos europeus a partir de Beja: um às 11h00, outro às 15h00 da tarde.

Os tripulantes portugueses vão receber explicações de técnicos da Direção-geral de Saúde sobre as medidas a adotar nesta operação de retirada.

O regresso está previsto para o dia 1 de fevereiro.

Notícia atualizada às 12h20

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de