Fase mais grave da Covid-19. ″É uma questão de dias ou horas″ até à mitigação

A ministra da Saúde diz que a situação da Covid-19 "é muito dinâmica" e, sem adiantar números, adianta que "houve mais casos confirmados" desde a última atualização.

"Ontem de manhã eram 41 os casos confirmados e houve mais casos confirmados" desde a última atualização, explicou, esta quarta-feira, a ministra da Saúde, Marta Temido, que está a ser ouvida na Comissão Parlamentar de Saúde.

Marta Temido considera que a "dinâmica da evolução epidemiológica está a ser muito rápida" e será "inevitável a entrada na fase de mitigação dentro de horas ou dias".

Questionada pelos deputados sobre os problemas de atendimento na linha SNS24, a ministra da Saúde anuncia mais 81 enfermeiros na linha SNS 24 "ainda esta semana".

"Ainda esta sexta-feira, a [operadora] Altice reforçará o número de enfermeiros disponíveis para o atendimento", garante a ministra.

A ministra considera que a possibilidade do desdobramento de linha."não teria este efeito mais desejável" porque "as pessoas já estão muito habituadas à Linha de Saúde 24".

O Governo renova o apelo para que "quem precisa da Linha SNS24 apenas para informações que não são de saúde, que as coloque por email. "Não é uma abstenção de utilização, é um encaminhamento", sublinhou Marta Temido.

Medidas para Covid-19 já custaram 10 milhões de euros

Marta Temido revela que, pelas contas feitas "ontem [terça-feira]", as medidas tomadas para enfrentar a Covid-19 totalizam, para já, os dez milhões de euros.

"Têm já, neste momento, um impacte financeiro de dez milhões de euros, que terão de ter o necessário esforço para ser acomodados em termos de eficiência noutras partes", avisa a ministra da Saúde.

O Governo adianta que já recebeu mais de uma centena de pedidos para contratação de profissionais de saúde para reforçar as equipas nos hospitais desde o início do surto do novo coronavírus.

O secretário de Estado António Sales detalha que recebeu, até esta quarta-feira, pedidos para 20 médicos no Centro Hospitalar Lisboa Central, 89 trabalhadores no S. João (Porto) e para 14 enfermeiros e 10 assistentes operacionais no Litoral Alentejano, sublinhando que este processo "está em permanente atualização".

Sobre a escassez de equipamentos de proteção, a ministra da Saúde afirmou que estão a ser compradas todas as quantidades existentes no mercado, "inclusivamente considerando situações de pagamento antes de entrega" e referiu ainda que, a nível europeu, Portugal também garantiu a aquisição de material que componha a reserva nacional.

Ordens convocadas para sexta-feira

Na próxima sexta-feira, a ministra da Saúde vai reunir-se com as ordens profissionais da Saúde e já conversou com o bastonário da Ordem dos Psicólogos para que possa ser dispensado "apoio de psicólogos à Linha de Saúde 24".

"Isto porque há um conjunto de informações que se prendem com o apoio psicológico" e será importante ter esta "área de apoio que não estava considerada na origem", explicou a ministra.

LEIA AQUI TUDO SOBRE O SURTO DE COVID-19

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de