Estudantes de Medicina do Algarve ganham prémios

Prémio "Eu Participo", da Rede de Autarquias Participativas, distinguiu com os dois primeiros prémios estudantes do 5.º ano do curso.

Os estudantes do 5.º ano do Mestrado Integrado do curso de Medicina da Universidade do Algarve iniciaram os projetos durante a pandemia.

O primeiro prémio foi atribuído ao projeto Covid Algarve, em que dez estudantes se uniram para percorrer a região no início de abril.

"Chegámos às populações mais carenciadas, aos idosos, a pessoas de etnia cigana e a bairros sociais", explica Marisa Alves. Esta estudante lembra que entregaram alimentos e álcool gel para cada família poder fazer a desinfeção das mãos e ensinaram a melhor forma de proceder para evitar a infeção.

Os jovens ajudaram sobretudo a tirar dúvidas a quem estava com muito medo de uma doença desconhecida. "Havia muitas confusões e ajudámos a clarificar as questões", afirma Marisa. "A população ficou mais informada e com os meios para evitar a propagação do vírus." A experiência "foi muito gratificante", conclui.

O segundo lugar do Prémio "Eu Participo" foi para outro grupo de cinco estudantes de medicina da mesma Universidade.

Criaram uma plataforma online para responder a questões sobre saúde. Acede-se através de www.qlinic.pt e os alunos garantem que respondem em menos de 24 horas.

Rita Lopes, uma das alunas, explica que as pessoas "fazem a pergunta que pode ser em medicina, psicologia, fisioterapia, nutrição e medicina dentária". Os alunos tratam de reencaminhar a questão para um médico da área e a resposta é dada prontamente.

Para os estudantes, os prémios recebidos, apesar de simbólicos, representam uma distinção gratificante. "É uma motivação para continuar, para lhes dar visibilidade e ser um exemplo para outros jovens fazerem o mesmo noutras zonas do país", considera Marisa Alves.

Os alunos de medicina da Universidade do Algarve querem dar continuidade a estes projetos nos próximos meses

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de