Exposição mulheres e resistência abre ao público esta quinta-feira no Museu do Aljube

"Mulheres e resistência - as novas cartas portuguesas e outras lutas" abre esta quinta-feira, no Museu do Aljube. A exposição pode ser visitada até ao final do ano.

O papel das mulheres na luta pela liberdade vai estar em destaque, a partir desta quinta-feira, no Museu do Aljube, em Lisboa. A exposição parte do livro "As Novas Cartas Portuguesas", para mostrar outras lutas, numa homenagem à resistência das mulheres. A diretora do Museu do Aljube, Rita Rato, quis salientar a luta das mulheres que não têm nome.

Rita Rato explica que esta exposição "tenta relevar e revelar a participação das mulheres no processo de resistência em diversos movimentos, em diversos momentos históricos e, de certa forma, demonstrar como é que a resistência das mulheres foi tão importante na luta pela liberdade e o seu contributo foi decisivo na luta pela liberdade e pela democracia numa grande exposição".

A diretora do museu sublinha que "para além do processo das Novas Cartas Portuguesas e das três Marias, vamos falar sobre os milhares de mulheres anónimas que foram determinantes na luta pela liberdade".

A defesa dos direitos humanos continua a ser um combate atual, defende Rita Rato, que quer fazer justiça à herança dos resistentes do passado.

"Muitas das lutas são as mesmas, a luta pelo direito à educação e pela universalidade do direito à educação é a mesma e há outras lutas novas: as lutas antirracistas, a luta sobre as questões LGBTI, as questões do ambiente. São lutas que não são separáveis das lutas que outras gerações fizeram", sustenta.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de